Daniela Antoniassi

Música, dança, política, psicologia, antropologia, capoeira... O que nessa vida a Daniela não fez ou pelo menos não tentou fazer? Mas parece que ultimamente anda mais tranquila. Descobriu que “ser”, verbo de ligação, devia bastar-se sendo verbo intransitivo. Mesmo cética, continua sonhando com um mundo mudado. Enquanto isso, continua mudando a si mesma -- o que, para ela, é a grande graça do existir.

Todas as publicações

Quarto de hotel barato

publicado em 24 de junho de 2015

esse quarto de hotel barato que me faz as vezes de casa não tem cara de casa lhe faltam resquícios de outros tempos objetos…

Identidade e finitude

publicado em 11 de junho de 2015

Se imortal fôssemos, se tivéssemos a eternidade, poderíamos então ser múltiplos. Ser tudo o que quiséssemos.

Do horizonte para o umbigo

publicado em 01 de Abril de 2015

Ontem, ao ouvir a desanimadora notícia da aprovação da Proposta de Emenda à Constituição 171/1993 na Comissão de Constituição e Justiça da Câmara dos…

No mínimo

publicado em 18 de Março de 2014

Em “Anjos do Sol“, filme de Rudi Lagemann, há uma cena muito forte, dessas em que nos deparamos com o ser humano no que…

Nostalgia X Saudade

publicado em 06 de Janeiro de 2014

Nem sei se o Houaiss e o Aurélio concordariam comigo, confesso que não fui consultá-los. Peço licença pra eventual imprecisão e faço cá minha…

Pequena reflexão sobre mudança e medo

publicado em 04 de dezembro de 2013

É curioso isso de transformar nossas vidas e, assim, transformar a nós mesmos. Mesmo que queiramos, e muito, geralmente temos medo. Então vamos dando…

Sobre amor, tempo e espaço

publicado em 20 de junho de 2013

Não acredito em almas gêmeas, em feitos um para o outro, em metades da laranja. Penso que, nesse mundão de sete bilhões, o par…

Rodoviária

publicado em 18 de Fevereiro de 2013

Antes de embarcar, espero numa fila longa para depositar a bagagem na parte inferior do ônibus. A medida que a fila se move, percebo…

Linha reta e linha torta

publicado em 26 de Janeiro de 2013

Estudaram juntos da primeira à quarta série. Ela era a melhor aluna da classe, a mais bonita, a menina perfeita. Ele, do lado de…

Chá e Açúcar

publicado em 17 de dezembro de 2012

Na noite do dia em que assinou o divórcio, olhos inchados de um choro difícil a secar, ela se viu sozinha, só ela e…

Arlette

publicado em 09 de novembro de 2012

Quando ficou viúva, ainda nova e com a menina pequena, Arlette teve certeza de que precisava partir de Limousin, embora nunca antes tivesse saído…

Como me apaixonei por Asghar Farhadi

publicado em 04 de novembro de 2012

Ano passado, desprecavida, sem ler resenha nem nome de diretor, fui assistir a A Separação (Jodaeiye Nader az Simin, 2011) no cinema. Tive feliz…