Fabricio Teixeira

Dizem que na profissão que escolhi é preciso saber se colocar no lugar das pessoas para entendê-las. Fazendo isso é possível deduzir o que elas pensam, o que elas querem e do que elas precisam. Esses textos são um ensaio sobre algumas dessas pessoas e uma tentativa, obviamente frustrada, de compreendê-las.

Todas as publicações

Por precaução

publicado em 10 de setembro de 2012

Pro caso de o telefone tocar, eu deixei um bloco de notas no criado-mudo. Para o caso de você precisar anotar alguma coisa na…

De, Para

publicado em 29 de agosto de 2012

Oi, filha, Como foi sua aula? Foi bem na prova de Biologia? É, eu sei que faz tempo que a gente não conversa. Quando…

Na casa dos sonhos sempre cabe mais um

publicado em 21 de agosto de 2012

Reunião no trabalho. Todos sentado ao redor da grande mesa fingindo estar atarefado com algum email importante no celular. Mas, todo mundo sabe que,…

Sociopata

publicado em 10 de julho de 2012

– Tá gostando da balada? – Não, tem muita gente. Tem umas trinta pessoas que eu conheço aqui. Todas se conhecem o suficiente para…