Textos

19 de janeiro de 2016

Ilustração:
Renata Miwa

O tempo além das horas

Não tenho uma boa relação com o tempo. Taí uma coisa que julgo ser extremamente difícil de lidar.

Tempo, esse “senhor” que decide quando e como tudo acontece. Quem deu esse poder a ele, afinal? “Dê tempo ao tempo”, “só o tempo pra curar”. Ora, se não é possível ter livre arbítrio pra levantar e resolver logo tudo de uma vez?

Devo ser a filha mais rebelde e ansiosa de Saturno. Não consigo nem esperar um ano passar! “Por que deixar pra amanhã, se o nosso tempo é o de agora?” — costumo pensar.

O tempo invisível, além das regras, além das horas. Esse é o que eu gosto de ver passar, assim, atenta, enquanto olho pra você, em um momento singular. Todo o resto pode acelerar, ou logo acontecer. Sabe, porque eu não tenho tempo pra esperar. Apenas pra te ver de perto, sem nem lembrar de como se conta segundos.

Eu só tenho tempo pra amar. Tempo é pra viver.

 

* Este texto foi originalmente publicado em nosso fanzine Tempo; Achados e Perdidos.

Carolina Lancelloti
Leia mais textos de Carolina aqui.