Autores convidados, Literatura, Resenhas
Dandara Sanches
22 de setembro de 2014

Eleanor & Park

Eleanor & Park conta a história de um romance adolescente americano. Com uma descrição breve assim, você pode já ter considerado o livro como chato. Mas peço que não forme pré-conceitos com uma descrição tão rasa. O enredo que a autora Rainbow Rowell nos oferece é intenso e sincero, uma história madura sobre um amor imperfeito.

A relação entre os dois começa no ônibus escolar. No seu primeiro dia de aula, Eleanor precisa encontrar um lugar, mas ninguém parece disposto a sentar-se ao lado de uma menina tão estranha. Park decide, por pena, ceder um assento para a menina torcendo para ela não puxar assunto com ele. E ela não puxa mesmo. O romance se dá de forma gradual e vagarosa, Eleanor começa a ler os quadrinhos de Park por cima no ombro do garoto e, quando ele percebe, decide demorar mais para virar as páginas. Aos poucos, os dois se tornam amigos e depois acabam se apaixonando.

No livro são tratados diversos assuntos delicados. Eleanor é uma personagem totalmente fora dos padrões. A mais velha de cinco irmãos, ela sofre com um pai ausente, um padrasto alcoólatra e uma mãe submissa. Vive em uma casa pequena e sem recursos. Por não ter muitas opções para vestir, ela se vira com as roupas largas que são herdadas ou doadas de outras pessoas, e aproveita qualquer coisa de casa para usar como acessório. Ela está acima do peso tido como ideal e tem cabelos cacheados, bagunçados e ruivos, o que é um ponto positivo para o livro por trazer uma personagem fora dos padrões de beleza. Mas também é triste, porque conseguimos sentir a tristeza e insatisfação de Eleanor com si mesma. Ao longo do livro somos invadidos por um turbilhão de sentimentos que compartilhamos com Eleanor, e nos comovemos toda as vezes que ela sofre desde bullying até violência doméstica.

Apesar de Park ser um garoto comum, classe média e que não sofre grandes problemas na escola, ele também tem dilemas adolescentes profundos e verdadeiros. Park é meio coreano e é frustrado com a preferência do pai militar pelo seu irmão, que, apesar de ser mais novo, é considerado mais forte e desenvolvido que Park. A idade e a imposição do pai faz com que ele tenha dúvidas sobre sua sexualidade.

O livro é narrado em terceira pessoa, mas os capítulos são intercalados na visão de Eleanor e de Park, gerando identificação direta com ambos os personagens. Mesmo com toda essa carga de sentimentos pesados, a intimidade com o casal faz com que a obra seja também gostosa e difícil de largar. A história se passa no ano de 1986 e é regada de referências musicais e de histórias em quadrinhos da época, e estes elementos geeks são fundamentais para a aproximação e para o romance deles. A pressão da família e a relação penosa com o padrasto de Eleanor trazem um final verossímil, surpreendente e de tirar o fôlego.

Eleanor & Park é um livro sobre um romance adolescente americano, sim. Mas também é muito mais que isso. É uma obra sem distinção de idade e gênero, feita para todos que queiram se encantar por uma história sobre o primeiro amor e ter seu coração partido em diversos pedaços.

 

Dandara Sanches é uma dos Autores Convidados da Confeitaria.

Bio: Dandara é redatora, leitora compulsiva e apaixonada por palavras, principalmente aquelas sobre mundos fantásticos e aventuras sinistras. Acha, e não quem diga o contrário, que o melhor lugar do mundo fica na seção infanto-juvenil. Leia mais sobre a Dandara em seu Mundo Cíbrido particular.

Dandara Sanches
Autor(a) convidado(a) da Confeitaria convidado(a).