Textos

22 de junho de 2012

Amanhã sim

Você roda e vive presa à rotina.
Acorda, se arruma, trabalha e sai de lá com o céu escuro, pensando na vida.
Não está nada boa.
Você imagina o que faria.
Chega o metrô e, com ele, as piores dúvidas.
Você lamenta a idade, a falta de empreendedorismo e o corte de cabelo a caminho de casa.
Encontra a geladeira cheia com o coração vazio.
Tem muitos algo de errado.
Grita para dentro do peito que a sua vida não deveria ser essa.
Quer mudar os planos e faz promessas para a manhã seguinte.
Só que a cegueira é cíclica.
E, nessa roda, você não põe o rosto para fora com medo do vento forte nos olhos.
Mas fica sem saber o que o vento traria.

 

* Ilustração de Ceci Shiki.

Lorena Goretti
Leia mais textos de Lorena aqui.