Textos

24 de fevereiro de 2014

Amamos uma pessoa pela poesia que vemos escrita no seu corpo

Vou adorar você a noite inteira. Descansar nos ossos do seu quadril, dormir e acordar seu nome. Vou prometer ser fiel aos seus dedos compridos, mastigar sua carne preta, lamber sua tatuagem adolescente, comer seu sotaque.

Depois, eu vou.

Até o dia que eu vir seu corpo solto e for tempo de mãos dadas. Sem futuro, aniversário, almoço de domingo. Noite que vou amar você como se fosse vida inteira. E, com sorte, acordar do seu lado na manhã seguinte também.

Depois, eu escrevo.

 

* Nota da autora: “Amamos uma pessoa pela poesia que vemos escrita no seu corpo” é uma frase de autoria de Rubem Alves. A citação aparece em seu “Do universo à jabuticaba”.

Ilustração de Gabriela Biscáro para a Confeitaria.

Mariana Reis
Leia mais textos de Mariana aqui.