Matérias

06 de Abril de 2015

15 ilustradoras que me inspiram

Fui convidada pela Confeitaria para contar um pouco sobre quais são as ilustradoras que me inspiram. Fiz uma lista das 15 principais artistas que me ajudaram na evolução do meu trabalho. Entenda o por que elas são tão importantes pra mim:

 

01. GEMMA CORELL

gemma-corell-confeitaria-mag

Gemma é uma ilustradora inglesa, mas que atualmente mora em Nova York. Ela ficou bem conhecida por causa dos pugs que sempre desenha — e que as pessoas amam. Eu sou mais fã dos desenhos que ela faz na seção Four Eyes, onde conta de uma forma bem cômica o que ela vê no mundo através de seus óculos. Gosto muito dos seus desenhos porque parecem que foram até feitos por uma criança (como ela mesma descreve) e isso me mostrou que desenhos tortinhos e de formatos simples podem ser tão poderosos quanto desenhos realistas e cheios de detalhes. O que importa é ter sua identidade refletida ali.

Conheça mais sobre o trabalho de Gemma Corell aqui.

* * *

02. ANA GALVAÑ

ana-galvan-confeitaria-mag

Ana é uma ilustradora de Barcelona. A maioria de seus trabalhos é em quadrinhos. Seus personagens de olhinhos pequenos e de cores vibrantes sempre estão em situações engraçadas e irônicas. Gosto muito da forma que ela faz a narrativa em HQs, com os quadros posicionados de forma inusitada. Ainda estou tentando entrar nesse mundo dos quadrinhos e com certeza ela é uma referência incrível pra mim.

Conheça mais sobre o trabalho de Ana Galvañ aqui.

* * *

03. MEL STRINGER

mel-stringer-confeitaria-mag

Mel é uma ilustradora australiana que é conhecida por desenhar menininhas rechonchudas, sexies e descoladas. Sua lojinha é repleta de prints, stickers, buttons e zines maravilhosos. Sempre fui obcecada por desenhar meninas. Mel me mostrou que eu também tinha espaço para as minhas garotinhas.

Conheça mais sobre o trabalho de Mel Stringer aqui.

* * *

04. LUCILLE MICHIELI

lucille-michieli-confeitaria-mag

Lucille mora em Paris e a maioria de seus trabalhos é feita a lápis — e só. O traço é bem solto e os desenhos são sempre muito fofos e leves. As suas ilustrações representam o mundo lúdico e infantil — assunto que me interessa muito. O combo França + desenhos infantis + acabamento em lápis (que é a minha mais nova mania) me fez ficar fissurada pela sua obra.

Conheça mais sobre o trabalho de Lucille Michieli aqui.

* * *

05. JULIA POTT

julia-pott-confeitaria-mag

 

Julia é inglesa, mas mora na California. Ela trabalha basicamente com animação. Seus trabalhos já foram exibidos em diversos festivais como Sundance e SxSW e já ganhou um monte de prêmios. Quando eu morei em Nova York, ela morava no Brooklyn e eu mandei um e-mail falando que ela me inspirava muito. Ela me respondeu e convidou para um café. O café, no entanto, nunca aconteceu: era minha última semana na cidade. Mas a sua atitude tão atenciosa e fofa comigo me ensinou a ser uma artista mais próxima com quem admira meu trabalho também. Isso foi um passo importantíssimo para o meu desenvolvimento e para a minha satisfação profissional.

Conheça mais sobre o trabalho de Julia Pott aqui.

* * *

06. ANDREA WAN

andrea-wan-confeitaria-mag

Andrea nasceu em Hong Kong, cresceu no Canadá e hoje mora em Berlim. Seu trabalho é baseado em situações surreais e cheias de mensagens subliminares, o que tem muito a ver com o que represento em minhas obras — por isso gosto tanto das suas ilustrações.

Conheça mais sobre o trabalho de Andrea Wan aqui.

* * *

07. MADDY YOUNG

maddy-young-confeitamag

Maddy é australiana. O acabamento do seu trabalho é em sua maioria em duas cores (preto e branco ou azul e branco) e inspirado pelo mundo da tattoo. Sua obra faz referência a elementos bucólicos, botânicos e do cotidiano, representados de uma forma até meio obscura. Estou em uma nova fase com meu trabalho e ela é certamente uma das minhas maiores influências hoje.

Conheça mais sobre o trabalho de Maddy Young aqui.

* * *

08. TALLULAH FONTAINE

Tallulah-confeitaria-mag

Tallulah é canadense e amiga da Maddy. É natural que seu trabalho seja também inspirado pelo de Maddy — e vice-versa. Em suas criações, utiliza mais nanquim e aquarela. Gosto muito como ambas colocam elementos separados nas cenas e conseguem contar uma história.

Conheça mais sobre o trabalho de Tallulah Fontaine aqui.

* * *

09. NATHALIE CHOUX

Nathalie-Choux-Confeitaria-Mag

Nathalie ilustra e esculpe em cerâmica. A artista francesa é mais conhecida pelas suas peças, mas também tem um vasto portfólio em ilustração para livros infantis. Há mais de um ano, eu estudei cerâmica e me apaixonei pelo torno e pela criação dos meus personagens com argila. Contar uma história por meio de um objeto foi a maior lição que ela me ensinou.

Conheça mais sobre o trabalho de Nathalie Choux aqui.

* * *

10. MUXXI

muxxi-confeitaria-mag

Muxxi é da Guatemala e trabalha com character design. Os seus trabalhos são caracterizados por personagens com cores muito fortes e cenas mágicas. Dá pra passar horas olhando pra cada detalhe das suas ilustrações. Eu não sou muito boa com escolha de cores quando vou fazer a arte final dos meus desenhos, então acompanhar o trabalho da Muxxi me mostra que é possível misturar um milhão de cores e ainda assim ter um conjunto harmônico.

Conheça mais sobre o trabalho de Muxxi aqui.

* * *

11. AMÉLIE FONTAINE

amelie-fontaine-confeitaria-mag

Amélie é francesa e seu trabalho evoluiu muito de uns anos pra cá. A maioria de suas ilustrações são editoriais, então ela consegue contar uma história inteira em apenas uma imagem. Trabalhei um tempo com editorial, então essa narrativa me chama muito a atenção. Sigo seu trabalho desde o começo da minha carreira, então ela certamente teve muita influência no desenvolvimento do meu trabalho de hoje.

Conheça mais sobre o trabalho de Amélie Fontaine aqui.

* * *

12. RACHEL LEVIT

Rachel-Levit-Confeitaria-Mag

Rachel é mexicana, mas mora no Brooklyn. Ela é outra ilustradora que tem seu trabalho baseado em situações surreais e cheias de mensagens subliminares. Além disso, também cria objetos de cerâmica. Acho que o motivo pelo qual ela me inspira tanto é um pouco óbvio, não é?

Conheça mais sobre o trabalho de Rachel Levit aqui.

* * *

13. NATALIE FOSS

Natalie-Foss-Confeitaria-Mag

Natalie é norueguesa. Com suas criações cósmicas, místicas e em sua maioria nos tons de azul e roxo, ela me faz entrar em um mundo que bem gosto: o universo, as estrelas e os planetas. Gosto da forma como seu trabalho me faz sentir. Parece que estou em um sonho. Essa é uma das maiores preocupações quando eu crio algo, tentar fazer com que o espectador sinta algo — e nisso ela é expert.

Conheça mais sobre o trabalho de Natalie Foss aqui.

* * *

14. LISK FENG

Lisk_Feng-Confeitaria_Mag

Lisk é chinesa, mas mora atualmente em Nova York. Conheci seu trabalho pelo Pinterest e me apaixonei logo de cara. Com estilo próprio, o acabamento das ilustras me lembra da textura das impressões em risografia. Para isso, ela utiliza muitas sobreposições de layers e cria a sensação da imagem fora de registro, o que eu simplesmente amo. Gosto quando o ilustrador, além de se preocupar com a identidade do seu traço, também se preocupa com a identidade da arte final de seu trabalho. O que mais prezo em minhas criações é que elas tenham minha identidade e minha voz. Acho que a Lisk sabe fazer isso direitinho.

Conheça mais sobre o trabalho de Lisk Feng aqui.

* * *

15. PUM PUM

pumpum-confeitaria-mag

Pum Pum é argentina. Ela não só é ilustradora como também pinta nas ruas. Ela foi a minha primeira grande inspiração da vida de ilustradora e acho que nada seria mais justo do que terminar essa lista com ela. Seus desenhos de gatinhos, passarinhos e meninas pintadas com cores por vezes vibrantes, por vezes pastéis, me fascinaram desde o primeiro instante. A forma como ela criou um universo com seus personagens também me fascina. Gosto de como seus desenhos se ajustam tanto em produtos, como dentro de galerias e nas ruas. Ela, para mim, é uma artista completa.

Conheça mais sobre o trabalho de Pum Pum aqui.

* * *

Imagem de abertura: pintura de Pum Pum.

Renata Miwa
Leia mais textos de Renata aqui.