Textos

14 de julho de 2014

Ilustração:
Renata Miwa

A Menina dos Olhos

Desse tudo
Um tanto valeu de nada
Nada a menina dos olhos
Em mares de água salgada

Só o sal salga o olhar
Que das pálpebras fez janela
Perdidos onde não deveriam estar
Estão os dois olhos dela

Só o sol salva a saliva
E enche de luz a retina
Aquece a lágrima viva
Bóia na superfície a menina

Se passarinho fosse
Teria uma asa quebrada
Mas a menina dos olhos não é mais nada
O amor: aquela porrada bem dada.

 

* Imagem: ilustração de Renata Miwa para a Confeitaria.

Veronica Fantoni
Leia mais textos de Veronica aqui.